Fala CIDADÃO

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Prevenção ao crack



Ontem, apesar do feriado, participei de atividades bem importantes. Foram duas palestras com exibição de filmes temáticos de prevenção ao Crack, numa parceria entre a CUFA (Central Única das Favelas) e o Gabinete da Deputada Estadual Stela Farias. Os eventos ocorreram respectivamente na Associação de Moradores da Agriter às 14h e na Associação dos Moradores da Stela Maris às 17h.

A condução dos trabalhos foi do repórter Manoel Soares e a participação da comunidade correspondeu às expectativas.

Estima-se que mais de 50 mil pessoas no Rio Grande do Sul sejam dependentes químicos do Crack. Esta epidemia é diariamente responsável por mortes, furtos, roubos, aumento da violência em geral, desagregação familiar e tragédias diversas. E o problema deve ser enfrentado em três vias: repressão ao trafico, tratamento aos dependentes químicos e prevenção.

O Poder Público infelizmente se mostra despreparado para atuar nessas três áreas.

A Prefeitura de Alvorada, por exemplo, não tem nenhuma política séria para enfrentar esse problema que está disseminado em toda a cidade. O prefeito Brum gasta uma fortuna com propagandas inúteis e de mera promoção do seu governo, mas não desenvolve nenhuma campanha de prevenção a essa terrível doença que vitima principalmente jovens e crianças. Também não há qualquer política municipal que viabilize tratamento minimamente eficaz.


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário